Conheça os vencedores do Prêmio de Jornalismo Ambiental

13/10/2014 | 13h34

Primeira edição gaúcha entregou distinções aos destaques nas categorias impresso, fotojornalismo, rádio, TV, web e Universitário

O Prêmio José Lutzenberger de Jornalismo Ambiental, promovido por Associação Riograndense de Imprensa (ARI), Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES-RS) e Braskem, revelou seus vencedores na noite desta quinta-feira, 9 de outubro. A cerimônia reuniu concorrentes, entidades jornalísticas e ambientais e imprensa, no Clube Campestre Macabi. Filha do homenageado e presidente da Fundação Gaia, Lara Lutzenberger, disse em seu breve discurso: “Sou uma pessoa que tem fé e sigo engajada, pois espero ser surpreendida positivamente com ações positivas voltadas ao meio ambiente. O Prêmio de hoje é mais um estímulo para esse movimento em prol da mudança do nosso planeta”.

Em jornalismo impresso, a vencedora foi Jeniffer Vanessa Gularte, com a matéria ‘Lixo: depois da sua casa’, publicada no jornal Gazeta do Sul, de Santa Cruz. Na categoria Telejornalismo, o melhor foi Carlos Eduardo Haas Hammes, com ‘Especial: Bioma Pampa’, da TV Assembleia, de Porto Alegre. O quesito Webjornalismo ficou com Raquel Reckziegel, que assinou ‘De olho nos Sinos: esgosto doméstico se tornou principal vilão’, do site do Jornal NH, de Novo Hamburgo.

A comissão julgadora utilizou critérios rigorosos e nas categorias Fotojornalismo e Radiojornalismo destacaram-se profissionais com menções honrosas. Foram eles: Andrea Weschenfelder, com ‘Que árvore você quer oara o futuro? Não faça do lixo a semente’, destaque nos sites Fala Brasil Cultura, Ulbra, Jornal da Capital e blog Recicle Hoje, e Eduardo Matos, autor de ‘Um mês da lei do lixo’, transmitida na Rádio Gaúcha, de Porto Alegre. Quem faturou o Prêmio Braskem de Jornalismo Universitário foi a acadêmica Simone Luiza Fritzen, com o livro-reportagem ‘Ecologia na pática: Parque Estadual do Papagaio Charão’.

Receberam ainda Menção Honrosa os dois veículos que mais inscreveram trabalhos, Jornal da Universidade/Ufrgs e Correio do Povo, e a universidade com maior participação no Prêmio, Uniritter. A primeira edição do Prêmio de Jornalismo Ambiental recebeu 89 trabalhos inscritos, superando as expectativas da comissão organizadora, que confirmou a segunda edição em 2015.

Conheça todos os vencedores:

Jornalismo Impresso
1º lugar: Jeniffer Vanessa Gularte, ‘Lixo: depois da sua casa’, Gazeta do Sul, de Santa Cruz
2º lugar: Caio Cezar Cigana, ‘Proibidos, falsificados e perigosos’, Zero Hora, de Porto Alegre
Menção Honrosa: Adriano José Duarte da Silva, ‘Poluição criativa’, Pioneiro, de Caxias do Sul

Fotojornalismo
Menção Honrosa: Andrea Weschenfelder, ‘Que árvore você quer oara o futuro? Não faça do lixo a semente’, sites Fala Brasil Cultura, Ulbra, Jornal da Capital e blog Recicle Hoje

Radiojornalismo
Menção Honrosa: Eduarto Matos, ‘Um mês da lei do lixo’, Rádio Gaúcha, de Porto Alegre

Telejornalismo
1º lugar: Carlos Eduardo Haas Hammes, ‘Especial: Bioma Pampa’, TV Assembleia, de Porto Alegre
2º lugar: Lisiani Anícia Urtassum Mottini, ‘Entulhos da construção civilsão reutilizados no Vale dos Sinos’, TVE
Menção Honrosa: Lisiani Anícia Urtassum Mottini, ‘Tubos de pasta de dente viram objetos mais resistentes que madeira’, TVE, de Porto Alegre

Webjornalismo
1º lugar: Raquel Reckziegel, ‘De olho nos Sinos: esgosto doméstico se tornou principal vilão’, site do Jornal NH, de Novo Hamburgo
2º lugar: Carlos André Echenique Domingues, ‘Rio Vacacaí-Mirim, o lado verde de Santa Maria, Agência da Hora
Menção Honrosa: Karina Sgarbi, ‘Melhorar o meio ambiente está em nossas mãos’, site do Jornal NH, de Novo Hamburgo

Prêmio Braskem de Jornalismo Universitário
Simone Luiza Fritzen, ‘Ecologia na pática: Parque Estadual do Papagaio Charão’, livro-reportagem


<< voltar para Notícias