Prêmio Lutzenberger de Jornalismo Ambiental inova em premiação para estudantes

15/05/2015 | 11h16

A 2ª edição do Prêmio Lutzenberger de Jornalismo Ambiental inovou a categoria Prêmio Braskem de Jornalismo Universitário, voltada para acadêmicos de todas as fases do Curso de Comunicação Social Jornalismo. Serão R$ 1.000,00 para o primeiro lugar e R$ 500,00 para o segundo lugar. O terceiro colocado receberá certificado de menção honrosa. Em 2014, a premiação reconheceu apenas o primeiro colocado, com R$ 1.000,00 e certificação de menção honrosa.

O Prêmio Lutzenberger de Jornalismo Ambiental, voltado aos profissionais da imprensa gaúcha e aos estudantes de jornalismo, conta ainda com mais cinco categorias – Jornalismo Impresso, Fotojornalismo, Radiojornalismo, Telejornalismo, Webjornalismo.

A novidade na categoria Prêmio Braskem de Jornalismo Universitário visa instigar a produção de conteúdos voltados para a temática sustentabilidade e de valorizar os futuros profissionais. Os estudantes podem submeter matérias, produzidas para mídia impressa, rádio, televisão ou web, de iniciativas bem-sucedidas sobre preservação e saneamento ambiental desenvolvidas no Rio Grande do Sul em áreas como tratamento de água e dos esgotos, gestão dos recursos hídricos, das águas pluviais e dos resíduos sólidos, drenagem e tecnologias limpas, reciclagem, entre outras abordagens envolvendo empresas ou entidades. Cada estudante pode concorrer com até três trabalhos, acompanhados de declaração do professor orientador do veículo-laboratório. Não serão aceitas matérias publicadas em veículos comerciais ou em instituições fora do âmbito universitário.

As inscrições, que vão até o dia 31 de agosto de 2015, devem ser efetuadas pelo site http://premiojornalismoambiental.com.br e as matérias devem ter sido publicadas entre o período de 1º agosto de 2014 a 31 de julho de 2015. Os vencedores serão conhecidos em outubro em cerimônia de premiação. A iniciativa é promovida pela ARI (Associação Riograndense de Imprensa), ABES-RS (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental do RS) e Braskem.


<< voltar para Notícias